Cachoeiro

Nome: Cachoeiro Futebol Clube

Fundação: 9 de Janeiro de 1916

Endereço: R Amâncio Silva 52 Arariguaba - Cachoeiro do Itapemirim, ES - CEP:29305-470

Telefone: (27) 3511-2159

Internet: www.cachoeirofc.com.br

Uniforme: Camisa com listras verticais vermelhas e brancas, calção vermelho e meias vermelhas

Estádio: Moreira Rebello, com capacidade para 5 000 pessoas

Títulos:

Profissional: Campeão Sulino Capixaba em 1944, 1948 Campeão Capixaba da 1 Divisão, 1950 Campeão Sulino Capixaba, 1951 Bi - Campeão Sulino Capixaba, 1952 Tri - Campeão Sulino Capixaba, 1953 Tetra - Campeão Sulino Capixaba Invicto, 1969 Campeão Sulino Capixaba, 1971 Bi - Campeão Sulino Capixaba, 2000 Campeão Capixaba da 2 Divisão, 2001 Campeão do Torneio Seletivo Capixaba da Copa do Brasil.

Amador: Campeão Municipal Juvenil em 1957, Campeão Sulino em 1959, Bi-Campeão Sulino em 1960, Campeão Sulino Infantil em 1965, Bi - Campeão Sulino Infantil em 1966, Tri- Campeão Sulino Infantil em 1967, Campeão Sulino Juvenil em 1978, Bi - Campeão Sulino Juvenil em 1979, Tri - Campeão Sulino Juvenil em 1980, Campeão Sulino Sub - 21 anos em 2000, Campeão Municipal de Juniores em 2001, Campeão Municipal Juvenil em 2001, Campeão da Taça Cidade de Cachoeiro em 2002.

Curiosidade: O Cachoeiro F.C. foi o primeiro clube do interior capixaba a ganhar o título em 1948.

História:

O Cachoeiro F.C., foi fundado em 09 de janeiro de 1916 e tornou-se um dos clubes mais conceituados do Estado do Espírito Santo. Denominado clube fidalgo por ser considerado o clube da elite, em razão de ter sido fundado por um grupo de pessoas de famílias tradicionais e influentes da sociedade cachoeirense.

No mesmo ano o Presidente José Moreira de Abreu iniciou a construção do campo de futebol e na década de 20, o Presidente Godofredo Chaves Baião, construiu a famosa e inesquecível arquibancada de madeira, fazendo com que o estádio Moreira Rebello fosse considerado um dos mais modernos do Estado do Espírito Santo. No período da sua construção, o clube paralisou temporariamente suas atividades.

É o clube mais antigo em atividade do município de Cachoeiro de Itapemirim e um dos mais importantes da história do próprio futebol capixaba. Naquela época atraía uma multidão em seus clássicos contra o rival, o Estrela do Norte F.C. A primeira partida realizada entre ambos os clubes ocorreu no mês de abril de 1916 e o resultado foi 0 a 0.

Em 1944, o Cachoeiro F.C. foi Campeão Sulino com os seguintes jogadores: Waldir Portes, Luiz Pretti, Delson, Manoelito, Lídio, Otávio, Joemir, Nilsinho, Armênio, Amâncio, Nerinho, Rúpter e Alcino. O time era dirigido por Daniel Israel e pelo Professor Florisbelo Neves.

Foi o primeiro clube do interior capixaba a conquistar o Campeonato Capixaba de Futebol no ano de 1948. O título foi decidido contra a forte equipe da Vale do Rio Doce, atual Desportiva Ferroviária, em uma melhor de três jogos. No primeiro realizado em Cachoeiro de Itapemirim, o Cachoeiro F.C. venceu por 4 a 3, no segundo em Vitória, perdeu por 4 a 1 e no último, também realizado em Vitória, no estádio Governador Bley, em Jucutuquara, venceu por 7 a 2, sagrando-se campeão. Nos dois primeiros jogos realizados, o trio de arbitragem indicado era capixaba de Vitória. Por exigência do Cachoeiro F.C., na ocasião, a Federação Capixaba indicou um trio de arbitragem neutro do vizinho município de Campos dos Goytacazes, Estado do Rio de Janeiro para trabalhar no último jogo e o Cachoeiro F.C., se comprometeu a custear todas as despesas de locomoção, alimentação, hospedagem e remuneração do mesmo.
Na década de 50, foi o clube que mais conquistou títulos no Sul do Estado e na década de 60 prosseguiu colecionando títulos. Na mesma década, objetivando conter os constantes alagamentos decorrentes das chuvas, o campo de futebol foi aterrado e as demais dependências demolidas. Sem estádio, o Cachoeiro F.C. prosseguiu com suas atividades utilizando o estádio Elpídio Volpini, do Ouro Branco, no Bairro Independência, de grandes recordações, onde veio a conquistar o Bi - Campeonato Sulino de Profissionais de 1969/1971, vencendo o Estrela do Norte F.C. nas finais. Em 1970, a LDCI - Liga Desportiva de Cachoeiro de Itapemirim - não promoveu o Campeonato.

Em 1974, o Cachoeiro F.C. encerrou suas atividades profissionais, mas continuou com o amadorismo formando sempre excelentes times e revelando bons valores. Somente no fim da década de 70, na administração do Presidente Genildo Patrício, teve o campo de futebol e os alambrados reconstruídos. Isso fez com que o clube se dedicasse ainda mais ao amadorismo, sempre prestigiando as categorias de base.

O início e desenvolvimento da construção da sede administrativa nas décadas de 80 e 90, se deu na administração dos Presidentes, Genildo Patrício, José de Alencar Beiriz Aarão e Irlando Antônio Viana Filho.

Em 1994, o Cachoeiro F.C., retornou ao profissionalismo na 2 divisão do Campeonato Capixaba, ficando em 5 lugar, competindo com doze equipes. Em virtude do estádio Moreira Rebello não ter sido aprovado na vistoria realizada pela Federação Capixaba, os estádios utilizados foram o do Grêmio Santo Agostinho, no bairro Vila Rica e o Mário Monteiro, do Estrela do Norte F.C., localizado no bairro Sumaré.

Em 2000, na administração dos Presidentes Lenilson Mendes Lesqueves e Jackson Rangel Vieira, retomou as obras de melhoria do estádio Moreira Rebello, visando o retorno ao profissionalismo. Com muito sucesso disputou o Campeonato Capixaba da 2 Divisão, sagrando-se campeão, assegurando o direito de disputar o Capixabão de 2001.

Hino

Cachoeiro, Cachoeiro

Alvirrubro de coração [BIS]

Desde 48

O 1 campeão

Cachoeiro, Cachoeiro

Trazendo a nossa garotada

O orgulho da nossa terra

O itabira é quem nos guarda

Terra de astros

Do poeta Newton Braga

Sampaio, Rubem Braga

E do Rei Roberto Carlos

Clube fidalgo

Guardado na memória

A Princesa do Sul

Fez a sua história

Autores: Sydney Jordão, Jackson Rangel Vieira e Ademir Alves.

Principal Torcida: Comando Vermelho

 

 

 

 

 

 

 


About this document

Prepared and maintained by Leonardo Ramalho for the Rec.Sport.Soccer Statistics Foundation and RSSSF Brazil

Author: Leonardo Ramalho (leonardo.ramalho@vitoriafc.com.br)
Last updated: 19 Feb 2003

(C) Copyright Leonardo Ramalho, RSSSF and RSSSF Brazil 2003
You are free to copy this document in whole or part provided that proper acknowledgement is given to the author. All rights reserved.